terça-feira, 25 de março de 2014

Sobre X-Men: 10 razões para amar os X-Men do Bryan Singer


Saiu o incrível trailer de “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido” que traz de volta à franquia Bryan Singer como diretor e Simon Kinberg como roteirista e de novo temos que deparar com o “mimimi”.
“Mimimi X-Men é ruim”, “Mimimi não é fiel aos quadrinhos”, “Mimimi não é fiel aos desenhos”, “Mimimi falta ação”.
É muito mimimi em torno da franquia X-Men da Fox. Sim, a franquia foi mal planejada, poderia ser melhor do que é. CERTAMENTE. Eu mesmo já tive ideias muito melhores. Mas o mimimi que os fanboys criam é completamente sem fundamento e nada tem a ver com esse mau planejamento.

É quase unanimidade (e eu estou com esses) que os filmes solo do Wolverine são grandes soníferos mal feitos e mal aproveitados.
Já postei aqui sobre ter curtido X-Men: Primeira Classe, mas me intriga os fãs endeusarem esse filme como se ele fosse a última bolacha do pacote. Falam dele como se ele fosse mega fiel aos quadrinhos (e definitivamente NÃO é), e acho que só falam isso por que o filme é colorido como os desenhos. Pagam pau pro Matthew Vaungh cuspindo no prato do Singer – que aliás, foi um dos criadores da história do First Class, ou seja... mimimi por falta de conhecimento.
Ok, o contexto histórico em que foi inserido o filme é genial e o filme é muito bom, mas o melhor da franquia, sério?
Considero o filme superestimado, mesmo gostando bastante dele.
Não faltam também comparações com a franquia dos Vingadores da Marvel Studios, que é grande, não podemos negar e que gasta com muitos efeitos especiais, também não podemos negar. Mas será mesmo que estão no topo como as melhores adaptações?

Personalidade, a gente vê por aqui.
OK, antes de enumerar as razões para amar os X-Men de Bryan Singer, enumerarei 4 fatos básicos:

- Nem toda boa adaptação é fiel ao original;
- A linguagem do cinema é diferente dos quadrinhos;
- Adaptar quadrinhos de heróis com décadas de idade é MUITO diferente de adaptar Graphic Novels como Sin City ou Watchmen;
- Quadrinhos não se tratam só de porrada e poderes;

Tendo em vista todos esses fatos, segue abaixo alguns motivos pelos quais os filmes do Bryan Singer para os X-Men estão entre os melhores filmes de super herói que já vi, mesmo com alguns defeitos horrorosos (foco mal distribuído nos personagens, personagens muito bons em face de personagens deficientes, erros toscos de cronologia, dentre outras coisas) e histórias beeeem diferentes dos quadrinhos.